Detector de mentiras

Detector de mentiras em Portugal

Confiança e justiça | O polígrafo em Portugal

Detector de mentirasO detector de mentiras em Portugal ganhou popularidade com a sua utilização em programas de entretenimento nos canais nacionais da televisão portuguesa. No entanto o instrumento utilizado para detectar mentiras é tecnicamente conhecido como o polígrafo. O polígrafo é um instrumento que mede reacções fisiológicas do sistema nervoso autónomo.

Quando aplicado nas circunstancias adequadas o polígrafo pode também ser utilizado como um detector de mentiras, é dizer ser utilizado para medir o grau de ansiedade a certas perguntas e assim poder medir a veracidade ou a mentira de um individuo.

Detector de mentiras, como funciona o teste?

O detector de mentiras ou teste do polígrafo tem um procedimento muito estrito. Convém comentar que todo teste sempre é voluntário. O sujeito que se submete ao teste tem que assinar um documento no qual ratifica a sua vontade de querer realizar o teste.

Um teste tem uma duração aproximada de duas horas nas quais o técnico segue certos procedimentos para de essa forma garantir a fiabilidade do teste.

Normalmente as fases de um exame do detector de mentiras são:

  1. Recolha da informação básica do sujeito como nome, endereço, etc.
  2. Entrevista prévia à recolha de informação fisiológica
  3. Recolha da informação fisiológica do sujeito conectado ao detector de mentiras
  4. Análise da informação recolhida
  5. Relatório escrito com a informação e opinião do técnico

O exame é realizado num lugar privado no qual não há distracções que possam influir ou diturpar as reacções fisiológicas recolhidas pelo polígrafo.

O relatório escrito é normalmente entregue após análise final e a redacção do parecer pode demorar entre 24 a 48 horas dependendo do teste e do profissional.

Um técnico profissional é a base de um bom teste

Técnico de polígrafoTodo este procedimento provavelmente não será bem aplicado e executado se o técnico do detector de mentiras não é um profissional acreditado e experimentado. É importante que o perito aplique as técnicas correctas e faça o teste dentro das condições ideais para permitir uma fiabilidade aceitável.

A língua de comunicação é outro assunto importante na hora de realizar o exame. Razão pela qual é relevante que o perito poligrafista saiba comunicar de forma fluida e entendível em português.

Serviço do detector de mentiras é utilizado em Portugal?

Gráfico do polígrafoO detector de mentiras é definitivamente utilizado em Portugal. Não só é utilizado em programas de televisão ou em telenovelas, mas igualmente em casos reais tanto para particulares como para empresas.

Particulares, por norma, solicitam uma avaliação para casos mais relacionados com situações familiares.

Exemplos de casos nos quais particulares utilizam estes peritos:

  • Infidelidade
  • Roubos ou furtos
  • Provar inocência
  • Acusações de abuso, agressão sexual
  • Falsas acusações
  • Confirmar declaração
  • Etc.

As empresas por seu lado também apelam ao detector de mentiras para resolver casos e situações internas.

Alguns exemplos nos quais empresas recorrem ao detector de mentiras:

  • Roubos internos
  • Pré-emprego, selecção de pessoal
  • Seguimento do funcionário
  • Fuga de informação confidencial
  • Sabotagem ou vandalismo
  • Qualquer situação de desconfiança
  • Etc.

O sector público também se interessa cada vez mais para esta profissão. Mesmo se ainda não é uma ferramenta comum entre as forças da ordem, possivelmente no futuro vão recorrer a este instrumento.

Tipos de testes aplicados em Portugal

Em Portugal são aplicados testes para particulares e empresas. O sector público parece ainda não ter adoptado esta técnica de detecção de engano para as suas labores de segurança.

Qual é o valor de um exame?

Polígrafo PortugalO preço de um teste em Portugal depende do tipo de teste que se deseja realizar.

Particulares e empresas têm necessidades e problemas diferentes e por tanto cada caso tem que ser estudado cuidadosamente para poder dar um valor adequado por teste.

Particulares na maior parte das vezes procuram testes do detector de mentiras específicos, é dizer para assuntos muito pontuais e especiais. Casos como verificar uma infidelidade durante uma relação, roubos que sucederam no entorno familiar, acusações de abusos sexuais, etc. são os temas mais comuns para pessoas privadas em Portugal.

O preço depende como explicado de diferentes factores mas como orientação podemos indicar que um teste realizado em Lisboa ou no Porto tem um valor aproximado de 450 Euros para particulares.

Preço do teste do detector de mentiras no Porto ou em Lisboa: 400 – 500 Euros.

Empresas por outro lado têm necessidades diferentes e por isso precisam de soluções mais constantes. Empresas em Portugal solicitam o detector de mentiras para investigar roubos internos. No entanto, o interesse das empresas portuguesas para estes exames para pré-emprego e seguimento é cada vez maior.

  • Preço do teste de filtro (pré-emprego e seguimento): Entre 250 Euros – 300 Euros
  • Preço do teste especifico: Avaliado por caso

Onde se pode fazer um teste de detector de mentiras em Portugal

Realizar um teste em Portugal é possível, no Porto e em Lisboa. Em casos específicos também nos deslocamos a outras cidades.

Os testes são realizados unicamente com marcação prévia. Por favor entrar em contacto com antecedência.

B.E.A.R. FORENSICS LISBOA:
CENTRO WORKOFFICE CENTER
Avenida Fontes Pereira de Melo, 19 – 6º Piso
1050-116 Lisboa
Tlm: (+351) 914 172 060
Email: info@bearforensics.com

B.E.A.R. FORENSICS PORTO:
CENTRO SOLUTIONS OUT
Rua da Boavista, 355
4050-107 Porto
Tel: (+351) 222 061 434
Tlm: (+351) 914 172 060
Email: info@bearforensics.com

Contactar B.E.A.R. FORENSICS PORTUGALPara mais informação pode também entrar em contacto directo com o técnico do polígrafo ao numero 91 417 20 60 ou enviar um email a info@bearforensics.com

EuropeSpain